De meus sentimentos
Apenas meu deformado coração 
De meus olhos 
Apenas lágrimas
De meus calorosos momentos 
Apenas dor
Na solidão
Todo o meu vazio
Em meu lírico murmúrio
Em meu gutural desespero
Canto palavras de tristeza
Entre os mortos a lastimar
Minha loucura ninguém sabe
Minha esperança murcha 
Não cabe mais a mim
Adeus! Assim eu me afasto
Em cada nota sepulcral a me perder
Nesta minha fúnebre sinfonia
É vão falar...
Que tudo acabou.


Autor: Eriane darklunacy

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Solo Piano

Carlos Christo. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Seguir por Email